Gestão de risco: as vantagens de fazer uma análise rápida e confiável

Dentro do universo do comércio eletrônico, no qual fraudes e chargebacks ocorrem com frequência, buscar por proteção é tão fundamental que podemos dizer que se trata de uma necessidade básica. E é por isso que serviços conhecidos como gestão de risco ou análise antifraude são tão importantes para a saúde das operações de um e-commerce.

Aqui no blog, já falamos algumas vezes sobre gestão de risco, como no artigo sobre análise de risco manual e também no texto sobre gestão de risco eficiente. Hoje, nosso objetivo é mostrar as vantagens que esse processo de segurança traz para um e-commerce, especialmente se ele for rápido e confiável. Siga com a gente e confira!

A importância da gestão de risco

Os últimos anos foram bastante promissores para o comércio eletrônico, certo? Fechando um ciclo positivo, 2020 foi o ano que consolidou o e-commerce como uma opção de comércio viável e confiável. Segundo a 42ª edição do Webshoppers, as vendas online cresceram 47%, o maior índice dos últimos 20 anos. Um dos motivos foi a entrada de 7,3 milhões de novos consumidores na rota das compras virtuais.

E as expectativas para 2021 seguem o mesmo bom ritmo. Um levantamento da consultoria Ebit Nielsen prevê que as vendas online devem crescer 26%, atingindo um faturamento de R$ 110 bilhões, mantendo a força do setor e indicando que a consolidação é concreta e que não foi apenas um voo de galinha.

Porém, nem tudo são flores no ambiente virtual. Assim como os números positivos aumentam, também ganham espaço alguns dados negativos ― felizmente, não na mesma proporção. Em março de 2020, o comércio eletrônico registrou uma taxa de tentativas de fraude de 3,99%, ou seja, de cada 100 compras, quatro tiveram origem fraudulenta. Em janeiro, esse índice era de 2,78%.

Não é somente a quantidade que se torna relevante neste caso, mas também o ticket médio dos pedidos fraudulentos, que é muito acima das compras legítimas. No primeiro semestre, as vendas legais tiveram valor médio de R$ 302,22, contra R$ 641,38 das vendas fraudadas. Os criminosos sempre apostam no maior lucro possível.

É nesse contexto, ao juntar essas duas perspectivas, que a gestão de risco se torna uma necessidade básica para manter a segurança do e-commerce tanto para o vendedor quanto para o comprador. Para o dono da loja online, que geralmente é o único responsável pelo resultado das transações financeiras, fazer a análise de risco significa diminuir drasticamente os prejuízos com as compras fraudulentas, que não são ressarcidas pelas operadoras de cartão.

Já para os compradores, dá a segurança de que eles estão comprando de um e-commerce idôneo, que se preocupa com seus clientes. Lembre-se que, caso uma análise de risco aponte algo estranho em alguma transação, é possível que a compra seja verificada junto ao comprador. Se uma pessoa está usando o cartão de crédito, por exemplo, o analista pode entrar em contato para confirmar dados caso desconfie que o cartão tenha sido roubado ou clonado. Isso evita muita dor de cabeça para o consumidor.

As vantagens de investir na gestão de risco

Depois de relembrarmos a importância da gestão de risco, tão essencial em um momento de estabelecimento das raízes do e-commerce no país, é possível entender as vantagens que o processo oferece e por que fazer esse tipo de controle se torna um verdadeiro investimento para o negócio. Só não se esqueça que a gestão de risco não está limitada à transação de compra e venda. Para melhores resultados, ela deve ser implementada nos mais variados processos.

Vamos às vantagens de investir em uma gestão de risco rápida e confiável:

1 – Mais segurança para os dados de seus clientes

Os ataques a empresas com o objetivo de roubar informações pessoais dos clientes e sobre  a experiência de compra deles são cada vez mais comuns, infelizmente. Esse tipo de ataque pode acabar com a credibilidade de um e-commerce, inclusive. Ao optar por uma gestão de riscos ágil e eficiente, é possível investir em parcerias e ferramentas que monitorem e impeçam esse tipo de ataque. Essa atitude torna a sua loja um ambiente reconhecidamente confiável em relação aos concorrentes, garantindo segurança nos pagamentos online.

2 – Melhora em indicadores importantes de performance

Alguns indicadores de performance são essenciais para o e-commerce e têm relação direta com a gestão de risco. Entre os principais, podemos citar as fraudes e o chargeback, eventos que, apesar de fazerem parte da rotina de uma loja online, atrapalham muito a saúde financeira, uma vez que criam instabilidade no fluxo de caixa. O que seria lucro não se confirma e pode acabar virando prejuízo, caso o produto tenha saído do estoque sem nenhum custo.

Quando há o investimento em controlar as possíveis causas e consequência desses riscos, é possível prever com mais facilidade quando, como e por que essas situações acontecem e, então, preparar-se para enfrentá-las. Dessa forma, a gestão passa a ser uma ferramenta a mais para melhorar os indicadores, afinal, conhecer o problema é o primeiro para entendê-lo.

3 – Otimização da operação do e-commerce

Se a gestão de risco no e-commerce ajuda a reconhecer melhor os perigos que rondam a loja virtual e a se preparar para minimizá-los, ela também pode ser a oportunidade que faltava para tornar o negócio mais eficiente, ágil e atraente para o público. Com a inclusão de ferramentas de segurança e serviços intermediários especializados, o seu sistema fica mais eficiente e permite que os processos de venda se tornem mais rápidos e baratos por meio da otimização da gestão do estoque, da preparação dos pedidos e dos envios.

4 – Gestão de e-commerce sem custos

Tudo que dá mais tranquilidade para os gestores trabalharem pode ser transformado em produtividade. A ideia principal por trás de uma boa gestão de riscos de um e-commerce é criar uma rede de segurança. Uma estrutura que proteja a empresa sem que o dono e diretores precisem se preocupar ativamente com isso 24 horas. Investindo na eficiência da sua direção, você investe em previsibilidade.

Sem sustos ou surpresas, é bem mais fácil planejar e começar a buscar os objetivos que você sempre sonhou para o e-commerce. Parece muita coisa, certo? Porém, no geral, é mais simples do que você imagina. Basta começar pelo planejamento, buscar as parcerias certas e colocar seu plano em prática.

Como o Moip ajuda a defender o seu negócio

Como não poderia deixar de ser, o Moip está pronto para ajudar você a defender o seu e-commerce da melhor maneira possível. Oferecemos uma cobertura completa contra fraudes durante todo o processo de pagamento de um pedido, pois contamos com uma equipe de gestão de risco especializada em detectar e prevenir fraudes em transações online. Nossos especialistas operam diretamente na redução do falso positivo e na detecção de fraudes de cartões de crédito. Também possuímos uma área focada em prevenir a entrada no comércio eletrônico de sites ilegais. Para saber mais sobre a gestão de risco oferecido pelo Moip, entre em contato ou acesse nosso site. Se preferir, deixe um comentário no espaço abaixo que nossa equipe entrará em contato para entender melhor quais são as suas necessidades. E, claro, se precisar de uma solução de pagamentos robusta para o seu e-commerce, estamos prontos para atendê-lo também.

Nova call to action

Checkout transparente: entenda o que é e as vantagens dessa solução

Quem empreende no e-commerce sabe que o abandono de carrinho é um grande desafio para esse segmento. Há muitos motivos que levam os consumidores a desistirem da compra na hora H e, entre os mais comuns, estão os problemas no checkout, ou seja, no processo de finalização da transação. A boa notícia é que você pode contar com uma alternativa para enfrentá-los: o checkout transparente.

Por que é importante ter atenção ao checkout

Antes de falar sobre o que é checkout transparente e explicar todos os benefícios dessa solução, vamos contextualizar por que ela é importante. Bom, conforme o estudo E-commerce Trends 2018, 70,1% dos consumidores elencaram problemas na finalização da compra como os principais motivos para abandonarem o carrinho no comércio eletrônico.

Entre os entrevistados, 29,9% informaram que se sentiram inseguros quanto ao pagamento. Já para outros 20,8%, o problema foi o checkout confuso. Por fim, para 19,4% deles, a exigência de criação de uma nova conta foi o que causou o abandono da compra. Como podemos perceber, todos esses motivos têm relação com um checkout pouco eficiente.

Agora, pense com a gente: se 97,3% das pessoas entrevistadas na pesquisa disseram já ter abandonado um carrinho no e-commerce e 70,1% delas elencaram problemas no checkout entre os motivos que levam a essa atitude, é urgente pensar em maneiras de tornar o processo de finalização mais eficaz. Afinal, de nada adianta ter bons preços e produtos se o cliente não concluir a transação.

O que é preciso fazer para ter um checkout eficiente

Talvez agora você esteja se perguntando o que, de fato, é um checkout eficiente. Podemos dizer que tudo começa pela segurança garantida e transmitida ao consumidor. Isso porque, segundo relatório do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e da CNDL (Câmara Nacional de Dirigentes Lojistas), apenas 20% dos entrevistados afirmam se sentir totalmente seguros para comprar online.

Ou seja, por mais que os investimentos em proteção para quem compra pela internet aumentem a cada ano, muitas pessoas ainda têm insegurança ao fazer compras no ambiente digital. Dessa forma, para aumentar as vendas no e-commerce, é fundamental não apenas garantir a segurança dos dados dos usuários, mas também transmitir essa sensação de segurança.

Para isso, ter uma página de pagamento com layout intuitivo e adequado, que dê visibilidade a todos os dados da compra do usuário, é um bom começo. Ainda sobre esse processo, o ideal é que o cliente nunca seja redirecionado a outras páginas durante o pagamento. Quando isso ocorre, ele pode se sentir inseguro, com a impressão de que algo está errado e, por consequência, cancelar a compra.

Opte, então, por um meio de pagamento online que faça toda a finalização de compra em uma mesma página, sem redirecionamentos e que, de preferência, seja personalizada com a marca do seu negócio. Com isso, os usuários se sentirão mais confiantes para finalizar a transação. Por fim, também é importante se atentar aos formulários a serem preenchidos pelos consumidores.

Quando uma loja virtual solicita muitos dados para finalizar uma transação, o cliente pode, mais uma vez, se sentir inseguro em relação à proteção das informações que registra no site. Além disso, entre as principais vantagens do e-commerce estão a praticidade e a rapidez ao comprar, outros motivos pra ninguém querer gastar muito tempo preenchendo formulários.

Como o checkout transparente pode ajudar

Como você sabe, para que as transações financeiras sejam realizadas no e-commerce é necessário contar com um meio de pagamento online, que pode ser um gateway ou um intermediador, como já vimos aqui no blog. A questão é que, no passado, quando as lojas virtuais começaram a atuar aqui no Brasil, essas ferramentas direcionavam o usuário para outra URL ao finalizar a compra.

Essa medida, como vimos no tópico anterior, pode fazer com que o cliente se sinta inseguro, ainda mais quando se trata de alguém sem experiência com as compras online. Por isso, em 2012, o Moip criou o checkout transparente, uma solução que ajuda a aumentar as vendas no e-commerce promovendo facilidades na finalização das transações.

Com o checkout transparente, o meio de pagamento online continua sendo o responsável por todo o gerenciamento da transação. A diferença é que o consumidor não é mais direcionado a uma página externa. O domínio da URL permanece inalterado durante toda a finalização da compra, trazendo a tranquilidade que o usuário precisa para concluí-la.

Aliás, o checkout transparente do Moip, por exemplo, possibilita que você personalize o carrinho conforme as suas preferências. Assim, você pode transmitir ainda mais segurança ao cliente a partir de um layout intuitivo, com a cara da sua loja online, e da divulgação de todas as informações sobre a compra de forma simplificada.

Dessa maneira, o usuário nem mesmo percebe que é o Moip quem está processando a transação e você continua contando com um meio de pagamento online seguro e eficiente. Outra facilidade é que o consumidor não precisa fazer nenhum cadastro além daquele que é necessário para você e nem passa por páginas intermediárias para concluir a compra.

Inclusive, o checkout transparente do Moip conta com a solução Compra por 1 Clique, em que o cliente pode cadastrar os dados na primeira compra e utilizá-los nas próximas transações sem precisar preencher todas as informações novamente. Essa medida também facilita o checkout, pois torna o processo menos complexo e muito mais rápido.

Por todos os benefícios do checkout transparente, estima-se que as lojas online que usam essa ferramenta têm uma taxa de conversão até 30% maior do que aquelas que não a utilizam, já que o abandono de carrinho acaba sendo muito menor. E vale lembrar que toda a operação é segura, tanto para quem compra quanto para quem vende.

Conte com o checkout transparente do Moip

Agora que você conhece os benefícios do checkout transparente para aumentar as vendas no e-commerce, sabe que um meio de pagamento online é essencial para melhorar esse processo na sua loja virtual. E nada melhor do que contar com a empresa pioneira nessa solução! No Moip, o checkout transparente vem acompanhado de muitas outras vantagens.

Alguns exemplos são o split de pagamento para marketplaces, a conciliação financeira, a maquininha de cartão para implementar a sua estratégia omnichannel e um sistema anti-fraude com análises automáticas e manuais. Tudo isso para que você não perca nenhuma venda e torne os resultados do seu negócio cada vez mais positivos!

Acesse o nosso site e saiba mais sobre as nossas soluções. E se você tiver alguma dúvida, deixe seu comentário aqui embaixo. Nossa equipe está à disposição para ajudar!

Conheça agora as 4 melhores formas de receber pagamentos online

Como receber pagamentos online é uma das maiores preocupações dos empreendedores que atuam no e-commerce. É preciso oferecer uma boa diversidade de meios de pagamento e é essencial que todos sejam seguros e confiáveis. Afinal, atualmente as pessoas gastam bem mais tempo utilizando a internet, diferentemente de alguns anos atrás.

Essas inúmeras horas de rede têm como consequência a formação de um público pós-graduado em assuntos online, com um altíssimo nível crítico e que sempre busca as melhores ferramentas que o meio oferece. E é exatamente com isso que as diversas modalidades de e-commerce devem se preocupar, procurando se preparar para oferecer o que há de melhor e mais seguro quando o assunto é receber pagamentos online.

A verdade é que o alto grau de instrução dos consumidores virtuais de hoje em dia exige o oferecimento de bons métodos pelos e-commerces como a condição necessária para a conclusão de qualquer compra. Caso contrário, os clientes fecham sua página e, em questão de poucos minutos, compram na concorrência.

Por tudo isso, a escolha das formas de pagamento é uma das mais relevantes para o e-commerce, capaz até de alavancar as vendas e melhorar a sua competitividade. Isso porque de nada adianta oferecer bons produtos e custo baixo se a loja não disponibiliza o meio de pagamento utilizado pelo cliente ou se não transmite segurança para que ele finalize a transação.

E é pensando na importância desta decisão que nós elencamos as 4 melhores formas de receber online para ajudar você nesta análise. Acompanhe!

#1 Recebimento de pagamentos e facilidade na gestão com a Wirecard:

A Wirecard é uma solução completa para receber pagamentos online, justamente porque integra várias formas de pagamento em uma única ferramenta. Com ela, você pode fazer a emissão de boletos, receber com cartões de crédito, por débito online e tudo isso de forma integrada. Isto é, você não precisa gerenciar os recebimentos de cada forma de pagamento de maneira separada.

Todas as informações sobre suas vendas e recebimentos estão em uma mesma ferramenta, na qual, além de gerir os pagamentos recebidos, você pode realizar reembolsos, acompanhar futuros lançamentos e desempenhar outras tarefas que facilitam a gestão financeira do seu negócio.

Com essa solução, você recebe os valores das vendas realizadas por boleto bancário e no débito online imediatamente, assim que o cliente concluir o pagamento. E no caso das vendas feitas nos cartões de crédito, você tem a opção de parcelar em até 12 vezes e o melhor: receber o valor integral, independentemente do número de parcelas, em até 14 dias.

E também tem outra vantagem, a antecipação de recebíveis. Funciona assim: se você vendeu de forma parcelada, mas está precisando do dinheiro das parcelas de imediato, você pode antecipar o recebimento desses valores com a Wirecard, atendendo às necessidades do seu negócio.

O melhor dessa solução é que você não precisa fazer contratos com cada adquirente, bandeira ou instituição bancária. Todos os serviços são abrangidos por um único contrato e com uma só integração. Isso quer dizer que você não precisa correr atrás desses serviços, pois a Wirecard faz tudo isso para você! E vale lembrar que a solução pode ser facilmente inserida em e-commerces, aplicativos e marketplaces.

E já que falamos neles, os marketplaces podem contar com o split de pagamento, uma ferramenta que faz a divisão automática dos pagamentos a cada loja, de acordo com as comissões e taxas estipuladas pela administração do marketplace, o que oferece mais segurança e confiança para as duas partes.

Outra facilidade da solução, tanto para e-commerce quanto para marketplace, é o checkout transparente, que permite que o consumidor finalize a transação sem sair do site da loja, o que faz com que ele se sinta mais seguro em cadastrar seus dados e concluir a compra. Outra vantagem é que essa ferramenta armazena as informações do seu cliente. Dessa forma, ele pode fazer as próximas compras com apenas alguns cliques, sem precisar cadastrar todos os dados novamente.

A análise de risco automática e manual é outro benefício, uma vez que evita as fraudes e os tão temidos chargebacks. Assim, você garante a segurança das suas transações e evita prejuízo e desgastes na relação com os clientes.

E vale lembrar que, se você também tem uma loja física, pode integrar a solução para receber pagamentos online com a maquininha de cartão da Wirecard para os estabelecimentos físicos. Além de aceitar diversas bandeiras e ter a segurança que é a marca da Wirecard, você pode gerenciar todas as vendas, virtuais ou presenciais, em uma mesma ferramenta de gestão.

Ainda tem mais: você também pode fazer cobranças por e-mail. É só enviar o link para o cliente para receber os pagamentos diretamente na sua Conta Wirecard. Simples e prática, essa é uma ferramenta excelente para recuperar vendas e atender pedidos personalizados.

Outra solução vantajosa é a venda pelo Apple Pay: com ela, o consumidor pode fazer pagamentos pelo iPhone e outros dispositivos da Apple a partir da biometria ou do reconhecimento facial, uma alternativa que oferece mais segurança contra as fraudes e o chargeback.

Em nosso site, você pode conhecer a solução e todas as vantagens que ela oferece. E em caso de dúvida, é só entrar em contato! A nossa equipe está à disposição para ajudar a alavancar os resultados do seu negócio!

#2 Agilidade nas transações com os cartões de crédito:

Mais de 60% dos pedidos captados no comércio eletrônico ocorrem a partir dos cartões de crédito, conforme o estudo E-commerce Radar 2017, divulgado pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm). Isso porque esse meio de pagamento traz diversos benefícios para os consumidores, entre eles a rapidez nas transações, que são feitas em poucos cliques e segundos.

Outra vantagem é a possibilidade de parcelamento: segundo a mesma pesquisa, 30% das compras em cartão são parceladas em duas e três vezes e 13% em mais de seis parcelas. Porém, para garantir os benefícios desse meio de pagamento, é importante oferecer as principais bandeiras utilizadas no país, além de segurança para que o cliente efetive a compra.

Em relação a esses aspectos, é fundamental que os lojistas do e-commerce entendam a diferença e as funcionalidades das várias partes envolvidas ao receber online. As próprias bandeiras são um exemplo. Elas são responsáveis por entrar em contato com os bancos emissores dos cartões a fim de verificar se existe limite disponível para que o cliente efetive a compra.

As bandeiras mais utilizadas no país são Visa, Mastercard, Hipercard, Dinners Club, American Express, Elo e Hiper. É indispensável oferecer o maior número de bandeiras possível ou, pelo menos, as mais usadas pelos seus clientes para aumentar a conversão de vendas.

Ao processar os pagamentos online, outro agente importante são os bancos emissores dos cartões de crédito ou débito. O papel deles é informar às bandeiras se existe limite ou saldo disponível. Assim, se há saldo, o banco emissor realiza a cobrança pela transação ou, no caso do crédito, reserva o valor na conta do cliente.

Para fazer a comunicação entre a sua loja, as bandeiras e o bancos, você também pode contratar uma adquirente, cujo papel é transmitir as informações da venda às bandeiras. As mais conhecidas no mercado brasileiro são a Cielo, a Rede, a GetNet e a Stone. Para contratá-las, é necessário pagar uma taxa por transação, que varia conforme a empresa, o plano e a forma de pagamento utilizada.

As taxas para compra no débito são as mais baixas, seguidas pelo crédito à vista e pelo crédito parcelado. Quando você contrata uma adquirente, o dinheiro das vendas é repassado à sua loja, normalmente, em até 31 dias no caso do crédito e de imediato no débito.

Outro serviço que você pode contratar para receber pagamentos online nos cartões de crédito é o gateway de pagamentos. Ele serve para processar a transação e facilitar a integração dos e-commerces com os meios de pagamento disponibilizados por eles, funcionando como uma maquininha de cartão das lojas físicas.

Ao contratar uma adquirente ou um gateway de pagamentos é importante adquirir também os serviços de gestão antifraude e de conciliação financeira, já que esses meios de pagamento costumam não contar com esse suporte importante, principalmente se considerarmos que o Brasil tem 3,6 fraudes por minuto envolvendo o pagamento com cartão de crédito e débito na internet.

Dessa forma, optar por uma adquirente ou um gateway pode até ser uma alternativa mais em conta de início. O problema é que ela se torna cara caso você deixe para trás o serviço de gestão de risco ou, por outro lado, acabe contratando-o de forma separada.

Pensando nisso, a solução para receber pagamentos online da Wirecard já conta com todos os serviços necessários: oferece as principais bandeiras de cartão, abrange proteção contra fraudes e, ainda, a conciliação financeira para você organizar e controlar mais facilmente os seus recebimentos.

Além disso, como falamos no início deste tópico, a segurança é outro fator importante. Conforme pesquisa divulgada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), apenas 20% dos consumidores entrevistados sentem-se totalmente seguros em fazer compras pela internet. Na média, os entrevistados conferem nota 7,9 para o grau de segurança nas compras online.

Diante disso, oferecer segurança é fundamental ao vender com cartões de crédito pela internet. O primeiro passo é contar um bom serviço de gestão de fraude. Na Wirecard, por exemplo, sempre que uma transação é iniciada, os dados são avaliados automaticamente pelo nosso sistema.

Se existe alguma possibilidade de erro, fraude ou qualquer outro problema, uma equipe formada por profissionais especializados analisa manualmente o caso. Se tudo estiver certo, a venda é liberada. Caso contrário, a transação não é aprovada. Tudo isso para evitar que o seu cliente seja vítima de fraudes e para impedir que a sua loja tenha prejuízo com elas e com os chargebacks.

Ainda sobre as vendas com cartões de crédito, outra prática oferecida pela solução da Wirecard é a retentativa automática multiadquirente. Se, por algum motivo, determinada adquirente não aceitar a transação, automaticamente nós fazemos uma tentativa com outras adquirentes, medida que oferece uma maior conversão para o seu negócio.

Além disso, outra solução oferecida pela Wirecard que contribui para oferecer mais segurança e confiança ao consumidor é o checkout transparente. Com ele, o cliente não precisa sair do seu site para fazer o pagamento. A solução é personalizada e se adapta ao ambiente do seu e-commerce, fazendo com que o cliente se sinta mais seguro para concluir a compra. Essa tecnologia pode aumentar a taxa de conversão em até 30%.

#3 Popularidade e segurança com a emissão de boletos:

A emissão de boletos bancários é uma forma de receber pagamentos online muito utilizada no comércio eletrônico brasileiro por lojas online de diversos portes e segmentos. De acordo com o E-commerce Radar 2017, 35,5% dos pedidos captados são pagos por esse meio.

Desde novembro de 2018, todos os boletos emitidos devem ser registrados. Isso quer dizer que eles precisam conter dados tanto do pagador quanto do emissor, como o nome, o CPF ou o CNPJ e o endereço. E também informações sobre a própria transação, como o valor, a data de vencimento e, ocasionalmente, dados complementares, como os encargos em caso de atraso.

Essa obrigatoriedade surgiu a partir da implementação da Nova Plataforma da Cobrança, uma medida criada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) para oferecer mais segurança contra fraudes e mais praticidade aos clientes. Assim, após coletar os dados do consumidor, a empresa faz a emissão de boleto e envia as informações para o banco por meio de um arquivo de remessa.

Desse modo, tanto o banco quanto o lojista tem mais facilidade em acompanhar os recebimentos, o que torna a conciliação financeira muito mais eficiente. Além disso, esse registro também traz outro benefício: na hora do pagamento, as informações do título são comparadas àquelas que estão registradas no sistema. Se estiver tudo certo, o pagamento é liberado.

Se não, o pagador é orientado a procurar o banco emissor do título para verificar a situação. Isso é importante para evitar as fraudes, como aquela que consiste na modificação dos códigos de barras por um estelionatário a partir de um vírus instalado no computador do cliente. Ao mudar o código, o pagamento acaba caindo na conta do criminoso, e não da empresa beneficiária, dando início a um processo complicado para ambas as partes.

Apesar de modernizar o sistema de cobrança e ser uma medida importante contra as fraudes, a obrigatoriedade da emissão de boletos registrados também trouxe receios aos lojistas. Isso porque antes, com os boletos simples, a taxa de emissão era cobrada apenas se o título fosse pago pelo cliente. Agora, no entanto, a cobrança é realizada a cada emissão, independentemente do pagamento pelo consumidor.

O grande problema é que, conforme o estudo E-commerce Radar 2017, dos 35,5 pedidos captados por meio do boleto bancário, apenas 22,9% são aprovados, o que indica que muitos consumidores acabam não pagando os títulos. Assim, os lojistas pagariam as taxas pela emissão sem conseguir efetivar a venda, o que pode causar um prejuízo significativo conforme o volume de pedidos de cada loja.

A desistência do pagamento do boleto pelo consumidor pode ter diversos motivos e, atualmente, as empresas têm investido em estratégias de marketing para lembrar e estimular o cliente em relação à quitação do título, como os lembretes de vencimento enviados por e-mail, SMS, redes sociais ou pelos aplicativos de cada loja online.

Aliás, os próprios clientes têm facilidades com o boleto registrado. Com o registro, os títulos podem ser pagos em qualquer banco e mesmo após a data de vencimento, sem a necessidade de emitir uma segunda via. Além disso, eles também têm mais segurança em quitar um boleto emitido e pago por meio de um sistema que evita as fraudes.

Já para os lojistas, além da segurança e da praticidade na conciliação financeira, o registro também permite a possibilidade de protesto do título. Essa opção é importante nos casos em que o produto é enviado ou o serviço é prestado antes do pagamento. Com isso, caso o cliente não pague, é possível fazer o protesto do título, já que o boleto registrado conta com todos os dados do pagador.

Aqui na Wirecard, a solução de pagamentos online conta com a opção de emissão de boletos registrados. E o melhor é que nós cobramos a taxa de emissão apenas sobre os títulos pagos pelos clientes, e não sobre todas as emissões. Assim, você tem todos os benefícios dessa forma de pagamento sem pagar a mais por isso!

#4 Pagamento instantâneo com o débito em conta online:

O débito em conta online é um meio de pagamento que vem crescendo no e-commerce. Conforme as Estatísticas de Pagamentos de Varejo e de Cartões no Brasil referentes a 2017, divulgadas pelo Banco Central, as transações em cartão de débito cresceram 16% ao ano, mais do que as transações em crédito, que tiveram aumento de 9,3% no mesmo período.

Nessa modalidade, quando uma transação é feita, o dinheiro é automaticamente debitado da conta corrente do comprador e, assim, não é necessário se preocupar com eventuais atrasos, idas ao banco ou qualquer tipo de multa. Essa opção traz até mesmo mais facilidade na gestão das contas pessoais, pois o cliente não tem surpresas quando chega a fatura, já que tudo é debitado em tempo real.

Para os lojistas, o débito em conta online também é uma boa forma de pagamento, pois o dinheiro é repassado ao e-commerce instantaneamente. Quer dizer, não é necessário esperar para receber o valor da venda, como ocorre com os cartões de crédito. E vale lembrar que essa também é uma opção contemplada pela solução de pagamentos online da Wirecard.

Escolha a melhor forma de receber pagamentos online e melhore seus resultados

Os meios de pagamento são um fator importante na conquista de clientes. Como você viu, de nada adianta que todos os serviços do seu e-commerce funcionem bem e que você ofereça preços atrativos se, na hora de pagar, o cliente não puder efetuar o pagamento com a opção que tem disponível. Ou, pior, se não se sentir seguro em comprar na sua loja.

Por isso, para receber online, aposte na diversidade, a fim de satisfazer o cliente independentemente da forma de pagamento que ele utilize. E não esqueça da segurança: é essencial que o consumidor se sinta confiante ao inserir os dados na sua plataforma.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, deixe seu comentário ou entre em contato com a nossa equipe. E em nosso site, você também pode conferir todos os benefícios da nossa solução para que você receba pagamentos online com praticidade e segurança!

Motivos para acompanhar a métrica Churn Rate

O Churn Rate, métrica usada para monitorar os clientes que abandonam o produto ou serviço, é um dos números mais importantes para determinar a saúde do negócio. Ele é ainda mais crítico em negócios que seguem o modelo de assinaturas, como as plataformas SaaS (software as a service). Entenda melhor a importância de acompanhar o Churn e como diminuí-lo na sua loja.

Qual a importância de acompanhar o Churn Rate

Para ilustrar a necessidade de observar essa métrica, pense em um balde furado. Para mantê-lo cheio você precisaria continuar jogando água sem parar, um esforço muito grande que poderia ser evitado se ele estivesse inteiro. Além disso, por mais que você conseguisse manter o balde cheio, estaria desperdiçando muita água que poderia, de outro modo, ser usada para encher outros recipientes, sem grandes problemas.

Aplicando isso à sua loja, o churn rate representa os furos no balde. Com uma taxa alta de abandono o negócio precisará de um esforço muito maior apenas para se manter estável, e não vai conseguir crescer, já que todo o foco estará em conseguir novos clientes para suprir os que estão saindo. Por outro lado, quando analisa as desistências e toma medidas para diminuí-las, é possível se concentrar também na retenção destes, o que realmente vai ajudar a escalar as assinaturas.

É claro que é praticamente impossível eliminar o churn rate por completo, mas fazer um acompanhamento ativo para entender os motivos por trás de cada abandono e tomar medidas práticas para atacar os problemas mais frequentes será fator chave para manter esse índice baixo e fazer o SaaS progredir.

Como diminuir o churn rate em suas assinaturas

O primeiro passo é descobrir o que está causando os cancelamentos. Por exemplo, será que o produto não cumpriu o que prometeu? O atendimento deixou a desejar? Procure por padrões nas desistências, assim será mais fácil identificar as mudanças mais urgentes para a loja. Além disso, há diversas medidas que podem ajudar a diminuir o churn, mas elas podem ser resumidas em dois pontos principais: produto e atendimento.

Invista sempre no desenvolvimento do produto e em oferecer um atendimento de qualidade para os consumidores. Citamos esses dois fatores porque os cancelamentos costumam passar por pelo menos um deles, e as vezes pelos dois. Por exemplo, o cliente tem um problema com o produto e é mal atendido ao contatar o suporte, o que é suficiente para motivá-lo a procurar uma opção melhor.

Mais do que isso, ao analisar o histórico dos consumidores que desistiram de suas assinaturas conseguirá perceber quais são os assinantes atuais que apresentam maior risco de sair, e fazer ações específicas para mantê-los. Se parecer trabalhoso demais, lembre-se de que manter é mais barato e vantajoso do que conquistar um cliente novo. Por fim, estude também o histórico dos assinantes mais fiéis a fim de identificar o que tem dado certo e replicar aos demais.

Sem dúvida, o churn rate é uma das métricas mais importantes para o seu negócio, e acompanhá-lo de perto vai ajudá-lo a ganhar consistência e crescer de forma saudável, à medida que mantém os clientes satisfeitos e diminui o número de cancelamentos nas assinaturas.

Está pronto para analisar o churn rate do seu negócio? Não deixe de continuar acompanhando o Blog da Wirecard para aprender mais sobre como vender na internet!Remove featured image

Veja também como 5 atitudes para reduzir a inadimplência em assinaturas.

Pagamento online: elimine os erros do checkout

Fazer com que o cliente visite a sua loja e decida fazer uma compra é a recompensa maior para o grande desafio de gerenciar um e-commerce. Mesmo assim, enquanto ele não finalizar a operação é impossível dizer que a sua missão foi cumprida com sucesso. Por isso, veja alguns dos erros de finalização que mais custam dinheiro e como evitar cada um deles para elevar sua página de checkout a outro nível.

Falta de Checkout Transparente

Checkout Transparente é, basicamente, uma forma de realizar o pagamento sem a necessidade de passar por páginas intermediárias ou sair do ambiente da loja. Deixar esse recurso de lado custa muito dinheiro, pois a interrupção chega a reduzir as vendas em até 30%, ou seja, quase um terço das pessoas que não encontra o Checkout Transparente desiste da compra.

 

Isso ocorre porque os consumidores são obrigados a passar por etapas desnecessárias, além de sair do ambiente em que fizeram a aquisição para um site que não conhecem. Isso faz com que desconfiem da credibilidade da loja e, consequentemente, da qualidade de seus produtos.

Falta de suporte mobile

Os compradores modernos, não importa a idade, tendem a ser pessoas conectadas que vivenciam o mundo por meio de seus dispositivos móveis. Logo, a experiência de compra passa por essa nova maneira de usar a internet, e a falta de suporte ao mobile é uma das grandes falhas que as empresas ainda cometem nesse respeito.

Para evitar esse erro e aumentar as conversões da sua loja, é bom considerar uma solução de pagamentos que considere o mobile relevante e ofereça suporte de qualidade a qualquer dispositivo. Afinal, se um cliente em potencial chegar até a sua página de checkout e não encontrar uma experiência impecável, é grande a chance de que abandone o site e não o acesse novamente de outro dispositivo.

Formulários muito complicados

Formulários são essenciais para um checkout bem sucedido, mas diversas lojas ainda abordam essa etapa de maneira errada, confundindo o cliente. Seja por incluir campos demais ou por confundir o comprador com informações mal organizadas, o fato é que se o consumidor não entender o que se espera dele ou o porquê de você estar pedindo determinada informação é bem provável que deixe de completar o processo.

Planejar bem os formulários envolve reduzir ao máximo o número de campos, contando apenas com o que for estritamente necessário para realizar a venda. Também faz diferença colocar dicas e textos explicativos, indicando claramente para quê as informações serão usadas ou como os campos devem ser preenchidos. Lembre-se: para que a pessoa chegue ao final do preenchimento não pode haver nenhuma dúvida na sua mente.

Opções limitadas de pagamento

Atualmente, até mesmo pessoas que não tem muita familiaridade com tecnologia realizam compras pela internet. Mas, esse crescimento no mercado tende a favorecer cada vez mais quem oferecer diferentes meios diferenciados de pagamento, já que os consumidores desejam comodidade e muitas vezes possuem seu meio preferido de pagar, descartando estabelecimentos que não o aceitam.

Com base nisso, não deixe que seus clientes desistam de comprar, na última etapa, só porque você não oferece opções suficientes. Existem boas soluções no mercado, que oferecem muitas formas de pagar com facilidade e sem frustrações. Com o Wirecard, você aceita todos os meios de pagamento com um único contrato e única integração.

[Está na dúvida sobre qual a melhor forma de receber pagamentos? Confira estas dicas].

Criar uma página de checkout perfeita requer bastante esforço, consideração e, principalmente, escolhas inteligentes. Uma boa experiência de compra causa o menor atrito possível entre o consumidor e seu objetivo final, adquirir um produto de qualidade. Assim, dar atenção ao que pode ficar no meio do caminho e escolher soluções que evitem esses problemas podem fazer a diferença para o sucesso do seu e-commerce.

checkout , acabe com os abandonos de carrinho

Precisa receber pagamentos? Conte com o Moip

A Wirecard é uma empresa que oferece soluções de pagamento para lojas virtuais e físicas, assinaturas online e marketplaces. Nossos clientes contam com mais de 15 de meios de pagamento, ferramentas de gestão de risco, além de uma adesão simplificada.

Conferido com o certificado de segurança PCI DSS (reconhecido mundialmente), a Wirecard é utilizado por mais de 50 mil negócios, desde start-ups até empresas estabelecidas, e processa mais de 1 milhão de transações online a cada mês.

Receba pagamentos

A missão da Wirecard é facilitar o envio e o recebimento de pagamentos eliminando distâncias e integrando pessoas e empresas. As cobranças podem ser encaminhadas via o e-mail ou para o smartphone de quem deve pagar. O pagador também encontra diversas opções para pagamento como: cartões de crédito, boleto e débito bancário.

A Wirecard possui interfaces para o recebimento de doações, venda de conteúdo digital, carrinho de compras e muito mais. Além disso, a administração de sua Conta da Wirecard pode ser feita pelo computador ou smartphone.

Aumente as suas taxas de conversão

A Wirecard é criador do sistema de Checkout Transparente, que oferece uma experiência de compra inteligente e ágil para o seu cliente, pois viabiliza que todo o processo de compra seja feito sem redirecionamentos de página. Essa solução é conhecida por garantir um aumento nas taxas de conversão em até 30%.

Garanta um aumento em suas taxas de conversão oferecendo uma experiência de compra inteligente para os seus clientes e acabe com os abandonos de carrinho! Baixe o nosso e-book clicando no banner abaixo!

e-book-checkout-acabe-com-os-carrinhos-abandonados-na-hora-do-pagamento-og

Acesse wirecard.com.br/blog e confira todas as nossas soluções!