Por Amauri Moura

Se o seu e-commerce não está vendendo bem ou não está alcançando de forma alguma os objetivos que você almeja, é bem provável que esteja cometendo alguns erros básicos que possivelmente nem sequer notou. Veja os principais motivos de um e-commerce não faturar e formas para converter essa situação.

Estratégias erradas

Estratégias imprecisas ou erradas formam o erro mais comum e mais grave da maioria das lojas virtuais. Na verdade, em alguns casos, o problema é “não ter uma estratégia”. Se você quer ter um negócio de sucesso, precisa ter uma estratégia sólida e diferenciada.

Você cuida diretamente do marketing digital da sua loja? Existe algum tipo de estratégia sendo colocada em prática? Se não, você precisa tomar uma atitude. Nosso conselho é que você procure uma empresa ou profissional que possa lhe ajudar a definir uma estratégia válida e funcional. Procure também, ferramentas de marketing para sua loja virtual.

Foque em um nicho específico

Diferente dos meios tradicionais, o marketing de massa, aquele que alcança muitas pessoas ao mesmo tempo, não funciona bem na internet. Para ter sucesso, independente da área de atuação, sua loja virtual deve focar em subcategorias de mercados. O que isso significa? Que você deve focar em um nicho específico.

Que tal identificar o público que as grandes marcas não atendem e focar em táticas para vender para ele? Muita gente começa uma loja virtual querendo vender tudo para todo mundo, mas isso pode ser determinante para os baixos resultados. Por isso, identifique um “grupo menor” e tente alcançá-lo.

Falta de informações para contato

Mesmo isso sendo um aspecto básico, muita gente deixa a desejar. Quando nos referimos a informações básicas de contato, estamos falando de telefone visível, sistema de chat, área de cadastro, entre outros canais que permitam uma melhor experiência do usuário.

Nossa dica é que essas opções estejam todas disponíveis, de forma que seu cliente possa avistar e interagir facilmente. Um FAQ com as dúvidas mais frequentes e atendimento automatizado também funcionam bem, desde que o atendimento humano não seja deixado de lado.

Falta de conteúdo

Já ouviu dizer que conteúdo hoje em dia é essencial? Então, se seu e-commerce não investe em marketing de conteúdo, você pode estar perdendo vendas. Investir em um blog corporativo para expor posts informativos é uma tática quase obrigatória atualmente. Também existem outros formatos de conteúdo, como vídeos, mídias sociais, infográficos, E-books, entre outros!

Descrições ruins e incompletas

Esse é outro problema recorrente no setor. Descrições obscuras, com excesso de erros gramaticais, definitivamente afastam os consumidores. Muitos donos de lojas virtuais estão preocupados em ter muitos produtos, mas acabam não dando aquela atenção as descrições de produtos.

Informações copiadas de fabricantes, ou muito curtas, não ajudam em nada, inclusive no que diz respeito ao ranqueamento nos sites de busca como o Google. Mais uma vez ressaltamos que é bom contratar profissionais qualificados para lhe auxiliarem. Um bom redator freelancer ou outro profissional de conteúdo institucional pode resolver isso para você.

Dificuldades na navegação

Lembre-se que quanto mais tempo e cliques seu cliente precisar dar, menores serão suas taxas de conversão. Quer fazer algo para aumentar as vendas? Facilite a vida dos consumidores quando eles quiserem comprar.

A usabilidade é um quesito imprescindível para sua atuação no comércio eletrônico. Disponibilize as funções de forma clara e acessível. Se coloque no lugar de seu cliente e analise friamente se sua plataforma está proporcionando uma boa (até mesmo ótima!) experiência para o usuário. Não faça isso uma vez apenas, mas sempre.

Mix errado de produtos

Infelizmente o que muitos encaram como vantagem é, na verdade, um decreto para baixar as vendas. Na intenção de não parecer uma loja virtual nova ou pequena, as pessoas que querem vender pela internet optam por ter um mix grande de produtos, geralmente com alta variedade e pouca quantidade de cada produto.

Lembre-se que os varejos virtuais não são como os físicos. É necessário ter um estoque, mas não se pode matar todo o capital em estoque e não ter recursos para investir em meios de tráfego e atrair compradores para a loja. Para vender, não basta dar ênfase a apenas o estoque, mas também a táticas para gerar audiência. Afinal, não adianta ter produtos e não ter clientes.

Se alguns desses erros estão sendo cometidos, procure corrigi-los para você vender bem na internet. Se quiser expor alguma consideração ou dúvida, fique à vontade. Abaixo tem um espaço especialmente para você.

Fonte: S3 Commerce

Comentários