Por William Franklin

Ser impedido de fazer uma compra porque o estabelecimento não conta com as formas de pagamento que o cliente tem disponível é a receita certa para que esse consumidor nunca mais queira voltar a fazer compras no lugar. E se já é assim nas lojas físicas, no e-commerce a situação é ainda mais grave, já que o número de e-commerces que oferecem o mesmo produto ou serviço costuma ser ainda maior!

Assim, é fundamental que uma loja virtual, independentemente do seu porte ou segmento, disponha de diversas formas de pagamento, como cartões de crédito e débito, boleto bancário, débito online, entre outras opções que possam atender a preferência dos seus consumidores.

Mas se disponibilizar tantas formas de pagamento online aos clientes traz benefícios, também é verdade que pode trazer alguma dor de cabeça para a gestão caso o lojista não conte com as soluções adequadas para o seu negócio.

Por isso, neste artigo você vai conhecer as opções disponíveis no mercado para oferecer várias formas de pagamento ao cliente e tornar o seu negócio ainda mais atrativo!

Meio de pagamento no e-commerce

Escolher o melhor meio de pagamento é um fator que pode ajudar a alavancar as vendas de qualquer e-commerce. E compreender as diferenças entre cada um deles é o primeiro passo para identificar o mais adequado para sua loja e seus clientes.

No caso de pagamentos digitais, 3 opções devem ser consideradas: a integração direta com os adquirentes, os intermediadores e os gateways, que você vai conhecer melhor a seguir:

Integração direta

Segundo o estudo E-Commerce Radar 2017, publicado pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), os cartões de crédito e débito correspondem a 60,3% dos pedidos captados no período. Diante disso, pensar em soluções que abranjam o uso dessa forma de pagamento online é fundamental para qualquer e-commerce.

Uma ferramenta que possibilita o uso dos cartões é a integração direta, em que as operadoras de cartões de crédito oferecem um canal de integração direto com a loja virtual, chamado de webservice. Assim, tanto a operadora quanto a loja virtual estabelecem uma conexão para que programadores possam se comunicar entre elas.

Embora não existam taxas a serem pagas pelo empreendedor, o custo fica por conta do sistema que faz com que a própria loja virtual analise as condições de crédito e saldo dos cartões. Quanto mais bandeiras dispor no seu e-commerce, mais clientes você pode conseguir.

Intermediadores

Os intermediadores, como o Moip, são o meio de pagamento mais indicado para quem está começando no universo do e-commerce, tanto pela implementação, já que basta um simples cadastro para começar a utilizá-lo, como pelo custo benefício. Eles costumam cobrar uma taxa em porcentagem, além de um valor fixo (que fica na casa dos centavos) por transação aprovada.

Por exemplo, quando uma compra é realizada no seu e-commerce, o valor dessa transação vai direto para a conta da empresa que presta o serviço desse meio de pagamento. Ela, por sua vez, recolhe os valores acordados e repassa-os, geralmente em até 30 dias, à loja virtual.

Gateways

Os gateways funcionam da mesma forma que uma máquina de cartões de crédito em uma loja física, pois o dinheiro das vendas cai diretamente na conta do dono da loja online. Através de um contrato fechado com os bancos ou bandeiras de cartão, você terá uma ferramenta no seu e-commerce ou sistema online para digitar os dados do cartão dos clientes.

Dentro da opção dos gateways, existem ainda as alternativas de emissão de boleto bancário e transferência eletrônica de fundos.

Mais formas de pagamento = mais conversão de vendas

É impossível ter uma previsão sobre qual será a forma de pagamento escolhida pelo seu consumidor. Por isso, a melhor maneira de bem atendê-lo é oferecer diferentes opções, facilitando, assim, a finalização do processo de compra e, consequentemente, o aumento da conversão de vendas. Lembrando que, segundo o estudo E-commerce Radar 2017, a taxa de abandono de carrinho chega a 82,3% e que disponibilizar várias alternativas é uma maneira de reverter essa situação.

É importante ressaltar que, além de oferecer diversas formas de pagamento, também é fundamental garantir que o consumidor possa pagar suas compras de forma segura. Caso contrário, as chances de desistir da compra continuam grandes.

Com o Moip, você tem todas essas características em um só produto, pois ele é um intermediador de pagamento. O nosso sistema é reconhecido pelo mercado, principalmente, pela facilidade do seu uso ― para começar a rodar basta que seja feito 1 contrato e 1 integração ― e pela segurança oferecida, porque o dados vão direto do navegador utilizado para o Moip, sem intermediários.

E então, já sabe qual forma de pagamento mais se encaixa na realidade do seu e-commerce? Deixe seu comentário abaixo ou entre em contato com a nossa equipe. Estamos à disposição para tirar qualquer dúvida e apresentar em detalhes do sistema.

 

[easy-social-share buttons="facebook,twitter,google,linkedin" counters=1 style="button" point_type="simple" url="https://moip.com.br/blog/motivos-para-seu-e-commerce-adotar-diferentes-formas-de-pagamento/" text="Motivos para seu e-commerce adotar diferentes formas de pagamento"]

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *