Por Thiago Maboni

Um dia inteiro com diversos e-commerces oferecendo seus produtos sem cobrar nada pela entrega. Esse é o Dia do Frete Grátis, originado nos EUA em 2008 e conhecido lá como “Free Shipping Day” Assim como a Black Friday, o mercado digital brasileiro importou essa data comemorativa, nesse ano marcada para o dia 26 de abril.

Para os consumidores trata-se de uma ótima oportunidade para comprar sem se preocupar com o valor da entrega. Aliás, o frete, seja em questão de valor ou prazo de entrega, ainda é um dos fatores mais decisivos em uma compra virtual. Para se ter uma ideia, 68% dos clientes apontam o custo alto do frete como algo que os deixam desconfortáveis durante uma aquisição, como aponta o último relatório Webshoppers, da E-bit.

infografico dia do frete gratis

Para os e-commerces a data é a chance de atrair mais clientes e aumentar o volume de vendas. Contudo, é preciso ficar atento, pois bancar frete grátis em grande escala pode prejudicar o faturamento de um e-commerce.

Pensando nisso, preparamos algumas estratégias para você adotar o Dia do Frete Grátis sem causar danos ao seu planejamento financeiro. Acompanhe!

#1 Verifique a sua margem de lucro

Não há muito mistério nessa dica. A ideia é conferir se as suas margens de lucro são suficientes para cobrir fretes gratuitos dos produtos a serem ofertados. Você também pode analisar a margem de cada produto e apurar o quanto a parcela de lucro seria prejudicada com o corte na cobrança do frete.

É importante ressaltar que nem todos os produtos precisam ser incluídos nessa ação, pois os que tiverem uma baixa margem lucro não serão autossuficientes sem a cobrança da entrega.

#2 Faça estimativas do valor do frete para diferentes regiões

Esses cálculos são relevantes para você ter uma ideia dos gastos arcados para distribuir seus produtos em diversas regiões do país. Alie os resultados dessas contas com a sua margem de lucro e verifique a possibilidade de conceder a gratuidade no frete para todo o Brasil.

Caso isso não seja possível, uma outra alternativa seria segmentar o Dia do Frete Grátis por região. Você pode definir as regiões “premiadas” de acordo com o volume de pedidos, o valor do ticket médio e os custos do frete. A intenção pode ser tanto reforçar a presença do e-commerce em uma região já consolidada ou penetrar em uma área na qual a participação de mercado da loja virtual pode ser expandida.

#3 Estabeleça um valor mínimo de compra

Esse é um dos tipos de frete recomendado para as lojas que quiserem oferecer todos os seus produtos sem que isso possa afetar a saúde financeira. Nessa modalidade, define-se uma quantia mínima na qual os clientes teriam de adquirir para ter esse benefício. Esse cálculo teria como base a estimativa do ROI (sendo positivo) menos a previsão de gastos com as entregas.

Essa estratégia pode ser usada para estimular mais conversões na base de leads e atuais clientes. A ideia é diminuir (para quem ainda não comprou no seu e-commerce) ou até eliminar (para os clientes mais frequentes) essa barreira do valor mínimo. Com isso, você incrementa os cadastros, a formação de novos leads, de novos compradores e a fidelização dos consumidores mais ativos em sua loja virtual.

No Dia do Frete Grátis, tanto cliente quanto e-commerce precisam sair ganhando. Para os consumidores as vantagens são claras, por outro lado a empresa deve sim se preocupar com a saúde financeira e não colocar em risco, inclusive, a qualidade dos serviços prestados. Contudo, se houver recursos para custear a ação, dê continuidade, promova-a e aumente suas chances de atrair, converter e fidelizar mais clientes.

como vender mais

Comentários

  • Artigo muito válido, essas informações vão ajudar em nossas estrategias de vendas. Obrigada equipe Moip. 🙂

  • excelente, parabéns

  • Informativo excelente!