Por William Franklin

Embora o tema de como criar uma startup pareça bastante pretensioso, o mercado está em constante evolução e alguns pontos são importantes para quem busca investir nesse modelo de negócio. Pensando nisso, listamos alguns processos importantes, que devem estar presentes na construção de um plano estratégico para quem busca criar um negócio de alto impacto.

Valor

Criar uma boa estratégia de geração de valor é uma grande evidência nas startups bem sucedidas. Encantar o cliente, oferecendo algo que resolva algum de seus problemas, ou simplesmente definir os seus diferenciais diante do mercado, pode não ser uma tarefa tão simples. Um novo produto ou serviço deve ganhar um lugar entre as preferências do cliente. O primeiro passo é responder algumas perguntas como: quais são os diferenciais do meu produto em relação aos da concorrência? Eu ofereço benefícios e facilidades que justificam o pagamento pelo meu produto? Que necessidades específicas resolvemos? Lembre-se, é importante que seus clientes entendam como o seu produto poderá ajudá-los, portanto seja claro e direto.

Utilidade

Outro ponto importante e fundamental quando se pensa em como criar uma startup é observar a relevância do produto ou serviço oferecido, levando em consideração a necessidade das pessoas. Como o seu produto pode estar presente na rotina de trabalho, no dia-a-dia delas. Análise sobre o mercado potencial é obrigatório tanto para quem busca expandir, quanto para quem busca investir em um novo negócio. Compreender seu possível consumidor e seu hábito de consumo pode ser um ótimo começo.

Preço

A definição e adequação do preço do seu produto/serviço, deve ser um reflexo do preço de mercado e dos custos e despesas. Observando os aspectos mercadológicos, o preço deve estar próximo aos dos concorrentes, que possuem a mesma qualidade e categoria de produtos. Já quando falamos de produtos web, a definição de preço está mais ligada a percepção do cliente. Se a solução que você oferece tem valor para eles, esses usuários estarão dispostos a te recompensar. O preço de um produto web, não pode ser baseado apenas no custo fixo, já que este, não cresce de maneira proporcional à quantidade de usuários.

Marketing

O papel do marketing dentro de qualquer empresa é fundamental para definir planos estratégicos eficientes e isso não muda nas startups. Buscar resultados significativos com investimento baixo é algo possível, a partir da escolha do modelo estratégico certo para seu produto e perfil de consumidores. Cerca de 42% dos profissionais B2B apontam seus sucessos ao marketing de conteúdo. Criar conteúdo relevante para engajar clientes, tem sido a maneira mais usada pelas startups. Quanto mais relevante for o conteúdo gerado, mais positiva a percepção da marca por quem consome esses produtos. Os conteúdos podem ser disponibilizados em blogs próprios e redes sociais em formatos diferenciados como e-books, whitepapers, planilhas, infográficos, entre outros.

Modelo de negócio

Um modelo de negócio define como a sua empresa gera valor aos seus clientes e captura valor de mercado. A ferramenta de validação de negócios Canvas se popularizou com grande velocidade no universo das startups por ser simples e de fácil entendimento. Ele funciona como um mapa que reúne os pontos principais de um negócio. A medida que ele vai sendo preenchido, é possível relacionar pontos diversos, assim fica mais fácil identificar os pontos fortes e aqueles que podem ser melhorados.

infográfico modelo de negócio CanvasEle é composto por 9 elementos: segmento de clientes, proposta de valor, relacionamento com clientes, canais, fontes de receita, recursos principais, atividades principais, parcerias e estrutura de custos. A metodologia sugere um processo de brainstorming inicial para geração de ideias e análise de oportunidades e, posteriormente, uma fase de discussão e consolidação.

Vendas

Vender é algo muito importante, não só quando falamos de produtos, mas também quando precisamos que as pessoas comprem nossa ideia. É impossível obter aumento da produtividade sem um processo de vendas bem definido, no entanto, ele deve ser colocado em prática o quanto antes, pois se trata de um processo interativo que deve ser ajustado, a fim de aprimorar as ações e diminuir o tempo de compra. A estrutura do processo de vendas pode variar.

Normalmente são definidas como: prospecção, qualificação, apresentação, maturação, negociação, fechamento e pós-venda. É importante observar cada etapa do relacionamento comercial pensando em identificar se elas estão ajustadas às realidades do mercado e de seus clientes. O processo de vendas pode ser classificado como o guia para o bolso do cliente, por esse motivo cada etapa do processo de venda deve ser estudado e aplicado como um método.

Estruturar um novo negócio não é algo fácil, mas lembre-se que toda a sua trajetória será marcada por muito aprendizado, tenha calma e sempre siga em frente. Aproveite e clique para assistir ao webinar ‘Como criar uma startup do zero, com Matt Montenegro, fundador do blog Vida de Startup, e Rodrigo Stoqui, responsável pela área de Startups e O2O no Moip. Não se esqueça de assinar a nossa newsletter e conferir mais dicas diretamente em sua caixa de entrada!

Comentários