Por laercionicolau

É indiscutível que um dos fatores mais importantes para a gestão de uma loja virtual é o frete. Afinal, dependendo do valor atribuído e da estratégia usada, pode tanto atrair como repelir clientes, impactando diretamente no sucesso do negócio. Mais que isso, o cálculo correto desse valor também é essencial para evitar que a loja perca dinheiro ao desconsiderar um custo tão importante. Por essas e outras é que saber como calcular o frete dos produtos de uma loja virtual é simplesmente crucial. Que tal descobrir agora mesmo o que deve ser levado em conta para esse cálculo?

Como calcular o frete dos produtos?

Para acertar de primeira na conta, é preciso levar em conta ao menos os seguintes fatores:

Dimensões

As dimensões do produto influenciam fortemente o frete. Afinal, quanto maior ou mais pesado for o item, maior também é o valor do seu frete. Mas atenção: deve-se levar em consideração a relação entre tamanho e peso. Assim, por mais que um travesseiro seja bem mais volumoso que um item decorativo de ferro fundido, por exemplo, o frete mais caro fica com quem é mais pesado. Para facilitar, os Correios usam um sistema de peso cúbico, por meio do qual são multiplicados comprimento, altura e largura, dividindo-se o resultado por 6.000. Se o peso cúbico for menor ou igual a 10 quilos, usa-se o peso real da peça para o cálculo do frete.

Distância

A distância é outro fator que tem que ser levado em consideração. Isso porque, quanto mais longe for o local de entrega do seu centro de distribuição, mais caro se torna o frete. Em geral, cada opção de transporte possui um custo base por quilômetro, também se relacionando com o fato de usar um ou mais modais de transporte.

Urgência

A urgência também influencia no preço do frete pro uma relação inversamente proporcional. Assim, quanto menor é o tempo de entrega, maior é o custo do frete. Por isso é que fretes mais rápidos (como as versões express) são mais caros que aqueles comuns, que normalmente demoram pelo menos 7 dias até o recebimento.

Custos

Como você deve ter percebido, todos esses fatores são fortemente dependentes do operador de transporte. Por isso é que o custo de um frete pelos Correios pode ser um, mas por uma transportadora particular, outro bem diferente. A diferença também pode estar relacionada ao volume de encomendas que você envia e ao contrato que tem. E tudo deve ser considerado no valor da entrega.

Quais os maiores desafios na gestão de fretes?

Sem dúvida, o maior desafio na gestão de fretes para um e-commerce é a definição da estratégia adequada. É possível repassar os custos inteiramente para o cliente, inserindo o preço médio de entrega no produto, ou oferecer frete grátis em determinadas condições. É por causa desse dilema, inclusive, que fazer o cálculo correto é tão importante! Só assim a empresa consegue identificar o que faz mais sentido para seu negócio.

Outros desafios incluem escolher o melhor operador logístico e padronizar valores, já que cada transportadora possui sua própria tabela. Não menos importante, também existe uma preocupação grande em garantir a qualidade das entregas, de modo que o produto chegue dentro do prazo e em condições satisfatórias para o cliente. E isso depende, claro, da escolha do operador de entrega. Impacta, portanto, no cálculo do valor do frete.

Viu como é primordial manter o equilíbrio entre cada um dos fatores envolvidos? E para ajudá-lo ainda mais a superar os desafios da gestão do seu e-commerce, aproveite para conhecer os tipos de frete para a loja virtual!

Comentários