Por William Franklin

Que o e-commerce cresce mais e mais a cada dia todo mundo está cansado de saber, certo? Mas será que você também já ouviu falar em e-commerce de assinaturas? Pois esse novo modelo está conquistando um espaço enorme, o que não se dá por acaso! Quer aprender como ele funciona e por que pode ser uma boa maneira para você vender online? Então acompanhe agora mesmo nosso post de hoje:

O que é um e-commerce de assinaturas?

Esse modelo consiste na venda de algum produto ou serviço de que os consumidores precisam (ou desejam) com certa frequência. Pela peculiaridade da regularidade, escolhe-se fazer a cobrança de forma recorrente, ou seja, por meio de mensalidades.

Normalmente, as empresas que desejam adotar essa abordagem precisam pensar em formas criativas de atrair o público, bem como escolher um sistema de pagamento que facilite as cobranças e tire qualquer complicação de sua gestão.

Por que essa é uma tendência no mercado?

O que não faltam são empreendedores se adaptando e apostando tudo no e-commerce de assinaturas: desde os gigantes do entretenimento, como HBO, Apple e Netflix, até serviços menos comuns, como um e-commerce assinaturas de bolos caseiros, outro de cervejas premium e até de venda de laranjas! Mas por que tantos negócios estão adotando o modelo de assinaturas? De fato, não é apenas uma moda, mas sim uma maneira inovadora e eficiente de atender à demanda constante de diversos nichos.

Dessa forma, as necessidades dos clientes são supridas com qualidade, bons preços e comodidade, um combo pra lá de poderoso quando se trata de consumo.

Quais as principais diferenças para outros modelos?

Como você pode imaginar, é claro que existem certas diferenças entre esse e outros tipos de e-commerce que devem ser examinadas de perto. Veja algumas delas:

Pacotes

Em um serviço de assinatura, é preciso pensar com cuidado nas expectativas e necessidades do público-alvo, a fim de montar diferentes pacotes, com preços variados, para alcançar a maior fatia possível. Assim, a personalização no e-commerce de assinaturas acaba sendo maior do que em uma loja em que todos os itens estão à venda separadamente.

Proposta

A proposta de uma assinatura precisa ter algum diferencial que ajude a convencer os interessados a respeito de seu real valor. Nesse contexto, muitas empresas têm usado uma seleção de qualidade ou conteúdos úteis para enriquecer suas ofertas e fugir do comum, destacando-se no mercado.

Entregas

Se a entrega dos produtos não for impecável, os clientes não se sentirão motivados a continuar assinando. Por isso, além de contar com uma solução de qualidade nesse quesito, é sempre bom ter também um plano B, a fim de garantir que nada dará errado ao levar o produto aos consumidores.

Relacionamento

Em absolutamente qualquer negócio, é preciso se relacionar bem com os clientes, não é verdade? Mas em um e-commerce de assinaturas essa necessidade é ainda maior, já que, caso contrário, eles provavelmente não continuarão com a empresa por muito tempo, cancelando o contrato. Pedir feedbacks constantemente, mostrar-se disposto a ajudar e resolver qualquer problema prontamente são boas formas de colocar isso em prática.

E as vantagens de um e-commerce de assinaturas?

As maiores vantagens, tanto para os clientes quanto para as empresas, na verdade são muitas. Podemos destacar:

Para quem compra

  • Grande comodidade;

  • Preços mais baixos por produtos melhores;

  • Exclusividade.

Para quem vende

  • Maior fidelização dos clientes;

  • Diferenciação dos concorrentes;

  • Facilidade de escalar o negócio.

 

Como você pôde ver, gerenciar um e-commerce de assinaturas pode ser vantajoso tanto do ponto de vista financeiro, pelo fato de facilitar a fidelização dos clientes, quanto por ajudar a criar modelos de negócio inovadores, baseados na constante geração de valor para os clientes. Sem dúvida, vale a pena considerar!

Agora nos conte aqui: você assina ou conheceu algum e-commerce desse tipo? Já pensou em como poderia integrar esse novo modelo ao seu negócio? Deixe seu comentário e participe da conversa!

como montar um plano de negócio

Comentários