Por André Oliveira

O Apple Pay é um sistema no qual os usuários de smartphones Apple podem fazer o pagamento das suas compras diretamente pelo celular. Trata-se de um recurso cômodo e seguro à prova de perdas e roubos, capaz de trazer muito mais benefícios do que preocupações aos consumidores.

Para os e-commerces, o interessante é que essa tecnologia pode oferecer uma melhor experiência de usuário aos clientes que compram via iPhone. E o número de pessoas que fazem parte desse grupo de consumidores só aumenta. Tanto porque o acesso à internet via smartphone tem crescido ano após ano quanto porque a fatia de mercado da Apple no Brasil também está evoluindo.

Mas nós vamos detalhar todo este cenário ao longo do texto. O importante a ser levado em consideração por enquanto é que, se você ainda não olha para os smartphones como uma fonte relevante de vendas para o seu e-commerce, repense! Não é mais possível ignorar o protagonismo das compras via celular! E nós vamos explicar o porquê. Confira!

Assine nossa newsletter e junte-se a milhares de empreendedores!



O aumento de compras via celular é uma realidade

Para começar, chamamos a atenção para o primeiro ponto. De acordo com a Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nos Domicílios Brasileiros, feita pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade de Informação (CETIC), ligado à Unesco, do total de usuários de internet no país, o uso via celular saltou de 76% em 2014 para 96% em 2018.

Se formos considerar o uso exclusivo, o smartphone era utilizado como fonte única de conexão por 20% dos usuários em 2014. Em 2018, este número chegou a 49% ― mais que o dobro em apenas 4 anos! Ao mesmo tempo, o uso exclusivo do computador para acesso à internet despencou 20 pontos percentuais (de 24% para 4%).

Essa pesquisa foi realizada entre novembro de 2017 e maio de 2018 em 350 municípios do país, em todas as regiões do Brasil. Foram ouvidas mais de 23,5 mil pessoas em domicílio.

Diante desses dados, pensar em soluções que facilitem as compras por meio de smartphones é o melhor caminho para qualquer e-commerce que quiser estar mais perto do seu público e ampliar as suas vendas. E essa afirmação está amparada em números. Veja só!

De acordo com o relatório E-commerce Radar, do total de vendas no e-commerce brasileiro, a parcela de compras via dispositivos móveis passou de 22% em 2016 para 31% em 2017.

Nesse sentido, o Apple Pay tem um papel fundamental para um incremento ainda maior no número de compras via smartphone. Colocar o máximo de soluções em um só lugar, que é a ideia desta solução, contribui para que a distância entre a atração do cliente e a realização da venda diminua sempre mais.

Como melhorar as vendas mobile e não perder oportunidades

Já que ficou claro que o mobile é um caminho sem volta para quem quer expandir os negócios, é hora de conhecermos algumas estratégias para direcionar os esforços para este canal. Afinal, é um meio que exige ações específicas e que traz oportunidades igualmente exclusivas.

Não adianta começar qualquer iniciativa se o seu e-commerce não é responsivo, nem está adequado para visualização em telas menores. Caso contrário, seus visitantes poderão ter dificuldades em realizar compras e a experiência do usuário será prejudicada.

Se o seu e-commerce já é adaptado para todos os dispositivos, podemos ir direto para o analytics e pensarmos na audiência do seu site. É fundamental saber a principal origem de tráfego dos seus clientes para tomar decisões e planejar vendas. Por exemplo: se grande parte do seu público chega ao seu site por meio do Instagram, focar as principais ações nesta rede social pode ser bastante eficaz.

E é aí que chegamos ao próximo tópico: a importância de investir em marketing digital. Uma comunicação assertiva desenvolvida com foco em público, objetivo e formato é capaz de tornar o seu e-commerce uma referência em seu segmento.

Outra dica é: enxugue os textos de seu site e procure deixá-lo limpo, sem exagero de banners ou pop-ups.

Fazendo tudo o que falamos até aqui com critério, é bem provável que você consiga levar o cliente para o seu e-commerce.

 

Cuidando desses aspectos, as chances de o cliente chegar até o pagamento no e-commerce aumentam muito. Porém, para que isso se torne um fato, um diferencial é escolher a solução ideal para esta etapa. Se o usuário tiver que acessar outra tela para finalizar a operação, as chances de ele desistir são grandes. E é aqui que voltamos ao Apple Pay.

Quer receber conteúdo personalizado para você? Escolha seus interesses

Como o Apple Pay ajuda a vender mais

A participação da Apple no universo de smartphones ativos no país já esteve em 8,3% em 2012, quando a Kantar World Panel começou a fazer a coleta de dados. Com a crise econômica, este número caiu para 3,3% em 2016, no auge da crise.

Agora, os números indicam uma reação: em 2017, o volume de iOS existentes no mercado brasileiro já chegava a 4,7%. Em 2018, este percentual chegou a 6%. E você sabe por que isso é relevante?

Bem, de acordo com um estudo da CivicScience.com publicado na Forbes, o perfil de consumidores da Apple é mais qualificado que o de outros sistemas operacionais. Conforme a pesquisa, usuários de iPhone têm escolaridade maior, renda familiar mais elevada e são muito mais conectados a dispositivos digitais. Ou seja, trata-se de um perfil de clientes que pode garantir um ticket médio maior nas suas vendas.

Contudo, não é apenas os hábitos de consumo de clientes da Apple que oferecem mais oportunidades aos lojistas. O próprio sistema de pagamento proporciona uma experiência de compra mais positiva, melhorando a conversão. A maior segurança nas transações também é um aspecto positivo.

Isso porque o sistema do Apple Pay funciona integrado ao aplicativo Wallet, que armazena informações dos cartões de débito e crédito, bem como de outros documentos que normalmente as pessoas guardam na carteira (como cupons, tíquetes, cartões de embarque etc.).

Para utilizar, o usuário insere as informações do cartão no seu aplicativo e a cada transação são gerados códigos exclusivos para a compra.

Os números dos cartões e as senhas do usuário não ficam acessíveis no smartphone. Em caso de perda ou roubo do iPhone, o cliente pode anular as transações indevidas pelo “Buscar meu iPhone” e nem precisa cancelar o cartão com o banco.  

Para um e-commerce receber pagamento online, basta que o usuário posicione o dedo no Touch ID para verificação biométrica e a compra é autorizada. O intervalo de tempo entre fechar o carrinho e fazer o pagamento diminui bastante. E com o Moip ele nem precisa acessar outra tela para finalizar a operação. Tudo é feito de forma prática e simples!

Então, caso os pagamentos na sua loja não sejam feitos via Moip, fale com a gente e saiba como podemos colaborar para modernizar a sua loja e deixá-la conectada às tecnologias mais recentes!

Independentemente de qual for o tamanho do seu e-commerce, o Moip é o intermediador de pagamento ideal para os seus objetivos. Clique no banner abaixo, conheça o que temos a oferecer e marque um bate-papo com nossa equipe!

cta- marketing para marketplaces

[easy-social-share buttons="facebook,twitter,google,linkedin" counters=1 style="button" point_type="simple" url="https://moip.com.br/blog/apple-pay/" text="Saiba por que o Apple Pay é essencial para você vender mais no mobile"]

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *