Por Amauri Moura

Na procura por uma vantagem competitiva, o SEO (Search Engine Optimization, ou otimização para motores de busca) é uma das táticas favoritas das lojas virtuais. É preciso deixar claro que, sozinho, isso não vai transformar seu negócio, mas deixar a otimização de lado por completo também não é uma boa decisão, já que pode prejudicar muito suas vendas. Veja alguns erros de SEO para e-commerce que você pode evitar a fim de ter mais sucesso e sair na frente da concorrência.

Títulos muito longos

O título está entre os elementos mais importantes da otimização de página (perde apenas para o conteúdo), pois é o principal texto que a descreve e aparece em três lugares de destaque: na aba do navegador, nos resultados de pesquisa e em sites externos, como redes sociais.

Os buscadores costumam cortar os títulos que passam de 50 a 60 caracteres. Pensando nesse limite, é bom colocar a palavra-chave principal logo no título, pois isso aumenta tanto a posição no ranking de busca quanto as chances de seu link ser clicado.

Falta de meta description

Meta description é a informação que aparece logo abaixo do título nas páginas de pesquisa. Essa descrição serve para atrair os usuários e incentivá-los a clicar no link em questão. Para sites de e-commerce é uma boa oportunidade de incluir detalhes importantes e chamadas à ação.

Em páginas de produto é possível gerar a meta description automaticamente com base em um modelo pronto, trocando apenas informações dinâmicas, como o nome e categoria do produto. Apesar de não ter grande influência sobre a posição no ranking de busca, esse campo é vital para aumentar o número de cliques nos links, à medida que dá aos interessados uma prévia do que encontrarão.

Estrutura incorreta de cabeçalhos

Como o conteúdo é o elemento mais importante de SEO na página, os headings, ou cabeçalhos, são usados para criar uma hierarquia que deixe claro, tanto para os motores de busca quanto para os usuários, quais são as peças mais importantes desse conteúdo e como se relacionam entre sí.

Esses cabeçalhos são divividos em tags que vão, por ordem decrescente, de h1 a h6. Ou seja, o h1 é a tag que indica a informação central, e não deve ser usada mais de uma vez em cada página. Os tópicos secundários devem ser h2 e assim por diante. Pode parecer bobagem, mas seguir essa estrutura importa para os buscadores, já que os ajuda a “entender melhor” o conteúdo e a confiar que ele será realmente relevante para os usuários.

Imagens sem Alt Text

Alt text é o texto que você adiciona a uma imagem, caso ela não possa ser mostrada pelo navegador. Além disso, os motores de pesquisa ainda não conseguem ler imagens, assim eles usam as descrições oferecidas pelo alt text, junto com algumas outras informações, para entender melhor como as imagens se relacionam com o seu conteúdo.

Assim, é importante descrever bem os elementos visuais da figura para que possam ser incluídas nos resultados quando forem relevantes. Como muitas lojas deixam essa tag de lado, acabam perdendo algumas posições no ranking de resultados.

Em conclusão, os erros que citamos são apenas a ponta do iceberg, mas acertar esses pontos já representa um grande avanço no seu planejamento de SEO para e-commerce. Ao dar atenção a eles, com o tempo sua loja vai se colocar melhor nas páginas de busca e atrairá mais clientes.

Gostou das nossas dicas sobre SEO? Acompanhe o Blog do Moip para aprender ainda mais sobre como vender na internet!

Comentários

  • E uma boa hospedagem com uma ótima performance também.